Área do Cliente
 
Assercon > Informes  > JUSTIÇA AFASTA RETENÇÃO DE INSS DE OPTANTE DO SIMPLES NACIONAL

JUSTIÇA AFASTA RETENÇÃO DE INSS DE OPTANTE DO SIMPLES NACIONAL

A retenção de 11% sobre o valor bruto de qualquer nota fiscal a título de contribuição previdenciária, em geral, não pode ser exigida das empresas optantes pelo Simples Nacional, em virtude da tributação especial conferida por este regime de arrecadação às microempresas e empresas de pequeno porte.

O entendimento foi aplicado pelo desembargador Valdeci dos Santos, do Tribunal Regional Federal da 3ª Região, ao manter decisão que afastou a retenção feita pela Receita Federal. A decisão atende a pedido de uma empresa optante pelo Simples, representada por Augusto Fauvel de Moraes, do Fauvel e Moraes Sociedade de Advogados.

Na decisão, o desembargador citou diversos precedentes e lembrou que o Superior Tribunal de Justiça já definiu que, em homenagem ao princípio da especialidade, a retenção da contribuição para a seguridade social pelo tomador do serviço não se aplica às empresas optantes pelo Simples.

Fonte: www.conjur.com.br

Autor: Tadeu Rover

Data: 22/06/2019

Que receber nossas novidades por e-mail?

Assine nossa newsletter e receba em primeira mão todas as novidades que preparamos pra você.

Holler Box